Informação, Tecnologia e Qualidade a Serviço do Criador.

O portal feito para você e seu pássaro!

(19) 3873-4161 / (19)3903-2065 / (11)97110-0585

vendas@amgercal.com.br

Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
  |    |   São Paulo - SP 

Agapornis, Ave do Amor


 

AGAPORNISWilson Gomes


A primeira impressão que te­mos é que aquela interessante e bela ave tem um nome complicado, que não parece nomeaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa de ave. Mas atrás do exótico nome a um grande significado e um belo exemplo para nós seres hu­mano! A origem dessa palavra vem do grego, na verdade é a junção de duas palavras: Ágape, que significa "amor" e Ornis, significando "pássaro". Por­tanto, temos aí um belo sentido: Pás­saro do Amor. E porque isto? Devido ao seu estilo de vida, os agapornis são monogâmicos, ou seja, se acasalam para a vida toda, e não só isto, durante os seus muitos anos de vida, (existem exemplares que passam dos 10 anos) são constantemente carinhosos um com o outro! Os casais sempre estão juntos em tudo que fazem, ao comer, ao se alimentar, ao cuidar dos filhotes, ao dormir...

A sua origem é africana, e che­garam de maneira expressiva ao Brasil, na década de 50 e 60 através principal­mente do porto de Santos. São aves bem resistentes, que podem suportar longas viagens, e condições adversas de climas.

São de fácil reprodução, quan­do cuidados adequadamente, embora sem estravagâncias. A fêmea póe de 3 a 5 ovos em média, os quais eclodem aos 23 dias normalmente. O período reprodutivo se dá o ano todo, mes­mo existindo um período de descanso depois de várias posturas. Sua alimen­tação consiste basicamente em uma mistura de sementes (girassol, alpiste, aveia, painço), encontrada já pron­ta nas lojas do ramo. Mesmo assim é indispensável uma boa farinhada, sendo aconselhável oferecer verduras bem lavadas (livres de agrotóxico), por exemplo: espinafre, almeirão, etc... Assim como frutas também são bem vindas, desde que acostumados a elas. A água é um fator bem importante, e deve ser substituída diariamente, pois ao comer as sementes vão até água, e assim misturam-nas com o alimento bico, ou seja, muitas vezes não sabe­mos se é beijo ou lanche.

As fêmeas são excelentes mães, pois cuidam bem dos filhotes e é incomum abandoná-los. Se caso isto ocorrer é por fortes razões, como su­peraquecimento dos ninhos (ninhos próximo ao teto), falta de alimento, um grande susto (gatos, por exemplo). Quando pequeninos, somente a mãe os aquece e os trata, mas é o macho que trata a mãe! Portanto o segredo de filhotes bem cuidados em ninha­das grandes, cinco ou seis, está no pai ser bom tratador, a partir dos filhotes já empenados o pai passa a tratá-los, dando um tempo para a mãe, que ma-ridão!

Em seguida a fêmea já se prepara para a próxima postura. Não é raro ver fê­meas em postura mesmo com filhotes no ninho, por está razão é que as gaio­las destinadas a criar agapornis, pos­suem dois suportes para alojar ninhos, isto porque os filhotes ainda imaturos, embora bem emplumados, ficam no outro ninho, aos cuidados do paizão. Estas aves não apresentam dimorfismo sexual, ou seja, o macho e fêmea são muito semelhantes. Existem várias for­mas de se reconhecer o sexo. Embora não muito precisa, é tocar os ossos clo-acais, normalmente os das fêmas são mais abertos e em relação ao parceiro, outra forma é aguardar o acasalamen­to, em se havendo a necessidade de sa­ber, uma solução é através de exames de DNA. É muito simples: basta enviar penas através de quites em papel, via correio e se obtém o resultado preciso em uma semana, a um custo em tor­no de quinze reais. É possível, ainda, que não seja comum acasalamentos do mesmo sexo, nos depararmos com a alegria de ii ovos em um ninho, e nem se precisa fazer exame de DNA, são duas fêmeas.

Os agapornis se reproduzem bem em colónias, para isso são coloca­dos em viveiros. Os casais se formam e procuram os ninhos disponíveis, que guinte razão: a facilidade de repro­dução tem um inconceniente, pois se não tomarmos os devidos cuidados, uma espécie se mistura com a outra, originando assim autênticos vira latas. Além disso, determinados cruzamen­tos orginam aves estéreis, é o caso da espécie Roseicolis cruzada com qual­quer outra, produzirá filhotes hpibri-dos estéreis, ou melhor, cerca de 95% estéreis. Está característica genética nos Roseicolis, os protege de se mistu­rarem com outras espécies.

Já as demais e mais comuns no Brasil, Personatus, Fischeri, Nigrigenis e Lilianes correm este risco. Portanto está é uma importante razão, para quem adquirir estas encantadoras aves com qualidade, o fazer através de cria­dores idóneos, inclusive que anilhem suas aves, este detalhe indica uma pos­sível melhor procedência, embora não necessariamente em alguns casos.

A razão desta impureza se deu ao chegarem ao nosso país, onde hou­veram acasalamento sem critério, uma grande mistura entre as espécies, pro­vavelmente por falta de conhecimento das pessoas, ou escassês de parceiros, etc. O fato é que hoje em dia, é muito comum a mistura genética da grande maioria dessas aves, que estão fora dos criadouros indônes. Embora olhos mais experientes e honestos, possam detectar com facilidade se há impu­reza genética ou não, Em função das características serem bem marcantes, isto exige conhecimento técnico, no entanto, não sejam difíceis de apren­der é só ter interesses, e buscar a chave de tudo na vida: Informação de fonte segura.

Existem 9 espécies de agapor­nis, o mais comum é o Roseicolis, dada a sua facilidade de reprodução maior que as demais. Podemos encontrar com frequência os Personatus, Fische­ri, e menos comuns são os "Liliane" os "Nigrigenis" e "Taranta". Já os aga­pornis "Cana" são bem Raros no Barsil, somente está espécie é nativa fora do continente africano, pois seu habitat é na ilha de Madagascar, no oceano Índico, próxima a costa africana. Exixtem ainda o “Pularia” com poucos exemplares, devido a dificuldade de reprodução, e não existem mais no nosso país, e finalmente o "Swindernianus" que não se adapta fora do ambiente selvagem, e está em risco de extinção. As demais espécies, graças a ajuda do homem, estão espalhadas em grande quantidade por todo o planeta, muito bem adaptadas ao convívio humano.

Cada uma destas espécies pos­sui características bem diferentes uma das outras, embora para olhos menos experientes possam ser confundidos, mas ao observar detalhes bem evi­dentes, como bico, olhos, as cores da cebeça, peito, nuca, testa são bem di­ferenciadas e identificáveis. Aliás, um agapornis se identifica pela cabeça, neste caso, já temos condições de sa­ber, qual a espécie e se é um pássaro puro ou "guapeca".

Os melhores e maiores criado­res do Brasil se concentram, nos esta­dos do sul e sudeste do país, onde no sul o destaque é para Santa Catarina, na região norte do estado.

Um grande atrativo nos aga­pornis, são as suas cores esplendidas, e muitas vezes incrivelmente contras­tantes, indo de um preto na cebeça ao vermelho do bico e amarelo no pesco­ço, peito e nuca, chegando abrupta­mente no verde do dorso e abdómen. Do vermelho-alaranjado ao amarelo, um destaque a parte são os tons azuis, chegando ao violeta. Existem cente­nas de combinações de cores, em que se acasalando corretamente um casal, ente pode dar origem a mais de 20 co­res diferentes nos seus filhotes.

E a grande satisfação é buscar conhecer essas cores, e com elas na ca­beça, escolhermos os casais e trazê-las ao nosso planeta. Uma boa forma de buscar estes conhecimentos é visitar os criadores, e as exposições anuais. Essas pequenas aves, de temperamen­to ativo e alegre e de extrema beleza, certamente nos trazem contentamen­to e um pedacinho da natureza para dentro do nosso cotidiano. Com elas temos a oportunidade de praticar a preservação, unindo o útil ao agradável.


 




Но выяснилось, что прочные "Музыка зайцев скачать"бревенчатые конюшни, находившиеся между фортом и домом маркитанта, служили надежным укрытием "Qip скачать новую"для врага.

Там зарезали капрала, и до сих пор неизвестно, кто это "Скачать заявление о приеме на работу"сделал.

Им можно было всучить вршовицкого "Скачать бесплатный ключ к антивирусу"шпица вместо таксы, а они только удивлялись, почему у такого редкого пса, "Скачать ю туби"из самой Германии, шерсть мохнатая, а ноги не кривые.

Среди них, "Скачать песню baby"под удвоенной охраной, надежно связанный, "Скачать crack на ollydbg v 1.10"ехал верхом на муле пленник.

Я пришел в волнение, увидев, что "Шеф повар игра скачать полная версия"все читают этот манифест о "Скачать сериал волчонок 2 сезон"войне и не проявляют никаких признаков радости.

Глубоко ошибаются те, кто думает, что мозг негра не "Скачать песню синий платочек"способен мыслить с той остротой, которая необходима для хорошего охотника.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

2017© Amgercal Indústria e Comércio Ltda.
Fábrica e Escritório Central:
RUA PADRE FRANCISCO ABREU SAMPAIO, 33
Chácara Bela Vista - Sumaré - SP - cep: 13175-560
Tel: (19) 3873-4161 / (19) 3803-2065 / (11) 97110-0585 Whatsapp
E-mail: vendas@amgercal.com.br
Site e Publicidade: Artware