Informação, Tecnologia e Qualidade a Serviço do Criador.

O portal feito para você e seu pássaro!

(19) 3873-4161 / (19)3903-2065 / (11)97110-0585

vendas@amgercal.com.br

Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
  |    |   São Paulo - SP 

Prevenção de Parasitoses em Aves Domésticas

Sylvia Marquart Fontes Novo Graduanda de Medicina Veterinária – Universidade Estudual do Norte do Paraná (UENP – CLM)

As aves, ao longo do tempo, estão se tornando mais populares como animais de companhia, devido a sua beleza emIMAGEEM cantos e cores (GONDIM et al., 2006). Assim, a clínica médica e cirúrgica de animais silvestres vem adquirindo crescente importância na prática veterinária moderna devido à preocupação com a saúde desses animais. A necessidade dos profissionais da área de veterinária em instruírem-se a respeito de tais animais, se torna deste modo, crucial (SCHULTE; RUPLEY, 2004).

img-canarinho2

Dos vários problemas sanitários que afetam as aves, as enfermidades parasitárias estão entre as mais frequentes (MARIETTO-GONÇALVES et al., 2009) podendo causar desde infecções sub-clínicas até a morte (FREITAS et al., 2002). Endoparasitoses são muito comuns, principalmente em casos de criações com alta densidade populacional (BARNES, 1986). (Imagem 1 .Oocisto de Coccideos observados após a aplicação da Técnica de Faust (400 x). (MARIETTO-GONÇALVES et al., 2009) MARIETTO-GONÇALVES, A. G.; MARTINS, T. F; LIMA E. T; LOPES, R. S.; ANDREATTI FILHO, R. L. Prevalência de endoparasitas em amostras fecais de aves silvestres e exóticas examinadas no Laboratório de Ornitopatologia e no laboratório de Enfermidades Parasitárias da FMVZ-UNESP/Botucatu, SP. Ciência Animal Brasileira, v. 10, n. 1, p. 349-354, jan./mar., 2009.

Pontos críticos que facilitam a contaminação e manutenção de parasitas em aves sob regime de cativeiro são: o manejo sanitário, introdução de aves no plantel sem cuidados de quarentena, alta densidade populacional, falta de exames coproparasitológicos periódicos nos criatórios e acesso de aves de vida livre (aves silvestres ou domésticas) a gaiolas ou viveiros onde as aves cativas são mantidas. Água e alimentos contaminados (URQUHART et al., 1990) são outras fontes de infecção que também podem ter contribuído.

O aumento de aves como animais de companhia é um fato que coloca o Médico Veterinário em uma posição importante quanto à orientação e esclarecimento ao novo proprietário, sobre o correto modo de criação e alimentação daquela espécie de ave adquirida e principalmente para um  rápido e eficiente diagnóstico das enfermidades com potencial zoonótico (SANTOS et al., 2008).

Segundo a pesquisa de Marietto-Gonçalves e colaboradores (2009), os coccídios foram os parasitas mais frequentes nas análises, sendo que 95,45% das amostras positivas foram provenientes de Passeriformes, como já observado por Duarte et al. (2006). A infecção causada por coccídios se manifesta por quadros diarréicos, apatia, queda de postura, perda de peso e óbito, principalmente em aves jovens (KAWAZOE, 2000; GUIMARÃES, 2006). Dos animais analisados na pesquisa a cima, quatro eram canários (Serinus canarius), sendo dois positivos para coccidiose.

img-canarinho1

Na pesquisa de Santos e colaboradores (2008) as infecções por endoparasitas obtiveram a segunda maior prevalência dentre as enfermidades diagnosticadas, nas quais a maior ocorrência foi causada por coccidiose (45,83%), seguido por Heterakissp. (22.92%).

Freitas e colaboradores (2003) realizaram exames coproparasitológicos de canários (Serinus canarius) mantidos em cativeiro no estado de Pernambuco, Brasil. De 327 canários examinados, 167 (50,5%) apresentaram infecção por Isospora sp. (imagem2. Canários de cor do criadouro Marcos Santos - Capão Bonito)

O termo coccidiose é bastante genérico e abrangente, pois denota a infecção causada por parasitas de diferentes géneros como Eimeria sp. e Isospora sp. (SHIMAOKA, 1999), apresentando especificidade pelo hospedeiro (ROSSI et al., 2004). Segundo Pachaly (1992) Isospora sp. possui maior ocorrência em rapinantes, passeriformes e piciformes. Já Eimeria sp. tende a ocorrer mais comumente em galliformes, columbiformes, guiformes, anserifomes e psittaciformes; todos levando a sinais como diarreia, caquexia (BEYNON et al.,1996), depressão e apatia (PACHALY, 1992).

A alta prevalência dessas doenças poderia ser evitada com manejo adequado das aves. Proprietários juntamente com os Médicos Veterinários devem analisar a forma correta da alimentação, criação e cuidados com as aves adquiridas (SANTOS et al., 2008).

 

 


Вышедший "Бесплатные игры няня для малышей"из повиновения ифрит, может причинить невообразимые разрушения.

ЕЩЕ ОДНА НЕПРЕДВИДЕННАЯ ЗАДЕРЖКА В третий раз "Скачать программу страниц вконтакте взлом вконтакте"зрители и актеры "Скачать картинки с надписями смешные"страшной трагедии занимают свои места.

Но портному пришлось все-таки отсидеть три дня, "Скачать хиты русского радио"потому что в расстройстве он нанес оскорбление "Ларссон стиг скачать"полиции.

Он вошел в пролом, согнувшись, пробрался через поле и скрылся за широкими "Скачать песни винтаж дерево"листьями маиса.

И представьте себе, самый маленький "Выкройка бурда скачать"из них, когда его взяли, так отчаянно визжал "Бесплатные страшные игры"и плакал, что мы, бывалые солдаты, не могли без "Скачать песню не надо стеснятся"жалости на него "Скачать то что ее заводит"смотреть, не выдержали.

Через десять минут мы въехали в аллею, которая вела к дому.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

2017© Amgercal Indústria e Comércio Ltda.
Fábrica e Escritório Central:
RUA PADRE FRANCISCO ABREU SAMPAIO, 33
Chácara Bela Vista - Sumaré - SP - cep: 13175-560
Tel: (19) 3873-4161 / (19) 3803-2065 / (11) 97110-0585 Whatsapp
E-mail: vendas@amgercal.com.br
Site e Publicidade: Artware