Informação, Tecnologia e Qualidade a Serviço do Criador.

O portal feito para você e seu pássaro!

(19) 3873-4161 / (19)3903-2065 / (11)97110-0585

vendas@amgercal.com.br

Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
  |    |   São Paulo - SP 

O Mundo Dos Psitaciodeos

psitacideos
(Juvenal F. Perestrelo) Juiz OBJO/FOB (continuação 6)

A nomenclatura adotada

Não obstante as classificações científicas de consagrados autores (Michael Walters, James Thompson, FORSHAWJSIISJSJSJSJJJJA e ROSEMARY LOW),para efeito didático, procuraremos seguir a nomenclatura de psitacídeos adotada pela F.O.B., lembrando que os escritores mencionados seguem a divisão por "famílias" e "sub-famílias", enquanto nós, modestamente, optamos por "género" e "espécie" (por exemplo: Neophema bourkii, Psephotus varius, Psittacula krameri, Platycercus eximius, etc.)

Portanto, sem prejuízo de, na medida do possível, apresentarmos matérias ou artigos relacionados a psitacídeos fora da sequência, seguiremos passo-a-passo a nossa nomenclatura.

Também, em brilhante trabalho dos juízes de psitacídeos OBJO/FOB, em fase de apresentação, para posterior divulgação e aprovação, haverá uma ampliação da atual nomenclatura.

Mas, lembre-se, siga sempre, para concursos, a nomenclatura OFICIAL.

AS NEOPHEMAS

É o primeiro grupo da nomenclatura (PA) da FOB.

Estiveram ausentes dos concursos por longos anos. Os poucos criadores Nacionais dessas belíssimas aves não as apresentavam nos campeonatos regionais e, consequentemente, no Brasileiro, temendo pela fragilidade das mesmas e até pela quase raridade destas.

Lembro que o Luciano Prada-SP (ex-Presidente do CON-SP, ex-juiz de agapornis), há mais de 10 anos , inscreveu Neophema splendida nos concursos e foi campeão brasileiro da categoria (na época não havia, ainda, uma nomenclatura específica - era, mais ou menos, "pequeno, médio e grande porte”)

Porém... era muito difícil a criação. Faltavam informações e, pior, risco altíssimo de mortalidade, o que desmotivava os encantados.

Alguns ainda tiveram relativo sucesso com a Neophema bourki. Para as demais espécies, ... dificuldades e desânimo. Pela persistência e dedicação, Manoel das Neves Lopes-SP era exceção, acertando o caminho da criação, mas não se motivando para participar de concursos.

HOJE, muita coisa mudou: temos acesso a informações dos maiores criadores da Austrália, troca de experiências entre nossos criadores, divulgação, bons criadouros, boas sementes, boas farinhadas, apoio dos clubes, além de campeonatos brasileiros sérios e organizados.

São fatores decisivos para o sucesso na criação de qualquer ave e não apenas de psitacídeos.

ALOJAMENTO

Em nosso País, estamos acostumados a criação em gaiolas ou "baterias" ( armações de alvenaria ou madeira, no formato desejado, normalmente 1,00 m. comp. x 0,50 alt. x 0,50 profundidade, em que se colocam grades na parte da frente, com portinholas, poleiros) formando um conjunto homogéneo, facilitando o manejo.

Também, as jaulas de arame de 1,00 m x 1,00 x 1,00 , facilmente encontráveis nas lojas, sobrepostas, com um "carrinho" para locomoção, são suficientes para a criação. Elas já tem local adequado para colocar o ninho.

POLEIROS

Se possível, de plástico, também fácil de encontrá-los. Coloque um na parte superior, na altura da "boca" do ninho. O outro poleiro, do lado oposto, com distância aproximada de 5 cm da parede lateral, para evitar que a ave, ao virar-se raspar a cauda na grade. Coloque outro, bem no meio, na parte do piso, para que as aves, tenham apoio para se alimentarem junto aos potes de sementes, farinhada, trigo, etc.

POTES E BEBEDOUROS

Logicamente serão colocados no piso da grade. Cuide para que jamais fiquem baixo dos poleiros, para evitar os dejetos. Coloque um pequeno bebedouro de água limpa daquele do tipo garrafinha, na grade, próximo ao poleiro esquerdo. Pode colocar um pequeno pote de água na parte interna (longe dos poleiros!). Elas gostam também de tomar banho. Em dias mais quentes, podemos "borrifá-las" com água, utilizando aquele borrifador de plástico utilizado para plantas. Quando tiver filhotes que já tenham saído do ninho, o pote de água deve ser baixo. Os filhotes, vendo os pais tomando banho, entram no pote e, se for fundo, não conseguem sair.

Potinhos de louça ou vidro serão usados para farinhada, trigo, etc, (repetindo: longe dos poleiros !)

ESSENCIAL

Precisa ter um pote de areia (ideal mistura de areia e minerais, também vendidos nas boas aviculturas. Suplemento de cálcio: osso de ciba ou faça você mesmo uma mistura de gesso-estuque (encontrado em loja de ferragens ou materiais de construção ) Misture com água, coloque a massa em copinho de plástico para café, com um pedaço de arame. Deixe secar e pendure na gaiola ou jaula pelo arame.

LOCALIZAÇÃO

Na Austrália, são criadas em grandes viveiros ao ar livre, um casal por viveiro. Lá, o verão é muito quente e o inverno é rigoroso, com temperaturas baixíssima, sujeitas à neve. Criam muito! Mas, é preciso lembrar que as Neophemas são nativas da Austrália! Estão acostumadas com o-clima e com a criação em viveiros. Epi nosso Pais, tropical e bonito por-natureza, as temperaturas não são iguais. Em São Paulo, por exemplo, o clima é imprevisível, com variações no mesmo dia. Nos estados do Sul, o inverno é muito frio. Nos estados do Norte, a temperatura é sempre quente. Isso explica o motivo da grande mortalidade das Neophemas, no tempo em que era possível a importação, principalmente pelo fato de que no Hemisfério Norte quando é verão, no Hemisfério Sul é inverno. O impacto pela mudança brusca de temperatura é inevitável, com efeitos no metabolismo das aves, para se adaptarem ao novo ambiente.

As nossas Neophemas praticamente nasceram em nosso país, restando ainda alguns exemplares do tempo em que era permitida a importação. Logo, estão bem acostumadas com o clima. Os nossos criadores preferiram jaulas e gaiolões para a criação, em ambiente interno. Não temos "especialização". Nos outros países, geralmente, o criador só cria um género (Platycercus, Psittacula, Ecletus, Polytelis, NEOPHEMA, etc). Em nosso País, cada criador tem um pouco de cada coisa e poucos têm um criadouro ao nível dos países do Hemisfério Norte. A criação mista apresenta melhores resultados (viveiros com baterias ou jaulas internas, onde ficam os casais). Sempre têm melhor ventilação e maior espaço do que "quartinhos" fechados, mesmo com janelas amplas e telas de ventilação. Para criar em viveiros, como na Austrália, para quem tenha bastante espaço e viveiros disponíveis, há necessidade de adaptar as aves aos longos voos e a distância e altura dos poleiros e ninhos. Outro inconveniente: viveiros têm que apresentar piso, grades, portas, telhado, paredes à prova de predadores, principalmente os RATOS- inimigos de qualquer criação.

Devem ser combatidos rigorosamente com venenos, ratoeiras e armadilhas, não se deixando nenhuma fresta no alojamento das aves. Os ratos são famintos por natureza e comem de tudo: sementes, verduras, farinhadas, ovos, filhotes e até aves adultas! É o pior inimigo da criação. Não se pode dar nenhuma trégua aos roedores nocivos, pois reproduzem assustadoramente. Se possível, evitar, nas proximidades do criadouro, entulhos, madeiramentos, buracos, lixos e restos de comida ou sementes. Se usar venenos, faça-o em local protegido de outras aves, animais e longe do alcance de crianças, manuseando com cuidado e atenção.

A criação interna, em jaulas, em estantes tipo "carrinho", que podem ser locomovidas dentro do recinto, tem a vantagem de evitar roedores, desde que não tenham brechas nas grades. Mas, mesmo assim, devemos manter medidas de proteção contra esses indesejáveis animais.

Finalmente, se conseguir que no local haja incidência dos raios solares (no LOCAL das aves. O sol não precisa bater diretamente nas aves), o sucesso já estará quase garantido.

NINHOS

O ninho é o mesmo utilizado para agapornis. Qualquer ninho que tenha um côncavo na parte do fundo é suficiente. Se conseguir que o côncavo seja do fundo todo, sem beiradas, melhor. Evitará que os ovos se espalhem na saída da fêmea, ficando nos cantos, sem possibilidade de choco. Tampa de inspeção para verificação, com trava de arame, para evitar acidentes (tampa aberta, a ave voa!). Pela minha experiência pessoal, o melhor ninho é aquele do tipo vertical, colocado no lado externo, onde possam ser inspecionados . As Neophemas não fazem ninho, como, por exemplo as Katarinas. O côncavo da caixa já é suficiente. Mas, coloque um pouco de maravalha (cascas de madeira- aquela serragem grossa). Em qualquer avicultura se encontra empacotada (muito usada para hamster) vem limpa e esterilizada. O objetivo é proporcionar à fêmea uma atividade de "limpar" o ninho, incentivando-a a postura. Quando tiver filhotes, na época do anilhamento (mais ou menos, após 8/ 10 dias- ANILHA diâmetro 4,0 FOB), pode colocar um pouco de maravalha para manter o ninho limpo, renovando-a.

ANILHAMENTO

Podemos colocar a anilha passando-a pelos 2 dedos maiores da pata do filhote, passando-a pelos outros 2 dedos encostados à canela. Com cuidado, utilizando azeite ou óleo de cozinha, para deslizar suavemente, sem ferir a avezinha. Anilhada, confira nos próximos dias se a anilha não foi retirada ou tenha caído. Se acontecer, repita a operação. Anote em seus registros o número da anilha e a filiação, para melhor controle genético.

Quando os filhotes estiverem bem emplumados, atenção. A fêmea iniciará nova postura (há fêmeas que dificilmente saem do ninho no período de criação). Faça o seguinte: passe os ovos e filhotes (se estiverem ainda no ninho ) para um outro ninho limpo. Pegue o ninho usado , lave-o bem com água ,sabão e cloro (cândida), seque-o (pode ser com o calor de uma boca de fogão à gás). Se a fêmea não estranhou a troca de ninho, deixe o ninho novo.

Caso contrário, retorne como ninho antigo já limpo e seco. O que não pode é deixar ovos em ninho sujo!

Quanto ao ninho duplo, (muito usado para agapornis e periquitos ondulados) embora possa ser usado,

antecipa muito a saída dos filhotes do ninho que, instintivamente, vão atras dos pais. No ninho vertical, a saída dos filhotes ocorre praticamente quando estão bem "emplumado" aproximadamente 30 dias nascimento, já voando (fique espert ao inspecionar ninhos com filhof emplumados!)

ALIMENTAÇÃO

Hoje não há dificuldades como antes quanto à alimentação. A mistura ú sementes, há tempos atrás, ne sempre era de boa qualidade invariavelmente vinham empoeiradas. Há várias sementes no mercados, já prontas, limpas, bem balanceadas, a preços razoáveis. Na Europa, há sementes para praticamente todas as aves, inclusive Neophemas. Em nosso meio, sem demérito para as demais sementes, também de boa qualidade (Trill, Witte Mollen, Cedé,etc), a mistura para periquitos da "Beppler"-SC tem apresentado excelente resposta na criação de neophemas. Dentre as que testei, foi a mais eficiente. Mas, se preferir fazer a sua própria mistura, considere 40% de alpiste, 40 % de painço, 10% de aveia, 5% de girassol e 5% de niger. Prefira o girassol pequeno. Na Europa, usam o girassol descascado. Aqui entre nós, por ser barato e fácil de encontrar, o comum pode ser utilizado sem problemas.

Lembre-se: Qualquer que seja a sua opção de sementes, o importante é manter o mesmo critério durante a criação, com higiene. O grande segredo é manter as aves alimentadas, com água sempre limpa (a água não precisa ser filtrada, tem que ser limpa. A água que bebemos diariamente pode ser dada às aves). O manejo cotidiano (troca de sementes, água, verdura, a maça, o trigo, a farinhada, a areia, o milho, etc, ou seja: RITMO!). Não pense que colocando um simples pote de sementes e uma água que ficará dias sem ser trocada, um pedaço de verdura por semana e milho que vai endurecer na jaula, com um ninho pendurado, vai criar Neophemas! Aliás, sem ritmo (sequência de manejo), você não criará nada! Quantos casais doados e, tempos depois, o beneficiário informar que não criou nenhum filhote e até perguntar se os exemplares estariam doentes, velhos ou se seriam mesmo "um casal".

Geralmente, são pessoas que não dedicavam tempo suficiente as aves, deixando para um filho a tarefa de "tratar". O jovem, no início, eufórico, com o passar do tempo, se aborrece com a obrigação e, invariavelmente, o "presente" vai parar em alguma casa de aves ... se ainda estiver vivo...

Qualquer ave, para a reprodução, deve estar bem alimentada. É a certeza de que terá meios de alimentar a prole. A falta de alimentos conduz ao abandono do choco e, em certos casos, até ao sacrifício dos filhotes.

Não esqueça que psitacídeos comem i as SEMENTES e não as cascas. Potes podem estar cheios de cascas e pó. O melhor é TROCAR sempre as sementes, retirando as sobras dos potes. Depois, se quiser, peneire ou reaproveite as sobras. Se tiver aquela máquina de "peneirar" ou "soprar" (aquela do Renato Uchôa, da Crupa, por exemplo), melhor para o reaproveitamento e limpeza das sementes.

VERDURAS

Uma pequena folha diária ou em dias alternados, (com filhotes, todos os dias.) Ideal a catalônia, fácil de encontrar. É amarga (verduras amargas têm iodo) e não murcha facilmente. Mas, podem ser outras: almeirão, escarola, couve, etc. Elas se acostumam. Também gostam de cenoura, giló, pepino,etc.

Frutas: Maçã (como gostam!) . A do tipo "gala" ou "fuji" são as mais apreciadas. Um pequeno pedaço diariamente é suficiente. Com filhotes, pode deixar um pedaço maior.

Milho verde: Talvez um dos complementos mais importantes da criação dos psitacídeos. Um pequeno pedaço, de 2 cm. largura aproximadamente, pode ser em dias alternados, facilita a criação. Da mesma forma, sempre que o casal tiver filhotes, pode dar o milho verde à vontade, sempre crú .

Trigo em grão: Aqui, podemos dizer, um outro "segredo" na criação dos psitacídeos. Hoje é fácil e barato de encontrar até em supermercados. É o trigo em grão. O mais interessante é fornecê-lo pré-germinado. Coloque uma quantidade em uma vasilha com água abundante. Após 24 horas de "molho", até 36 horas, é o período de pré-germinação (a semente libera a vitamina "E" para germinar). Troque a água constantemente para não fermentar e não causar cheiro. Nesse período (24 a 36 horas) é o melhor momento para alimentar os pássaros. Coloque em um potinho uma pequena quantidade (+ ou - 1 colher de sopa para cada casal) do trigo, sem água. Pode ser em dias alternados (com filhotes, diariamente). Após acostumarem, é um excelente alimento. Mesmo passado 36 horas (quando a semente já germinou), pode ser administrado. Continua sendo um bom alimento. Procure deixar de "molho" uma quantidade pequena, suficiente para dois ou três dias, sempre trocando a água. Ao fornecer para as aves, lave muito bem em água corrente. Parece que é trabalhoso, mas não é . É só acostumar com a rotina do "molho". Em compensação, os resultados na criação, serão a sua merecida recompensa.

FARINHADA

"Farinhada" é a expressão que se usa para uma mistura de farinhas (de milho, de aveia, de rosca, de suplemento de proteínas, etc.) que, adicionados 1 a gema de ovo (ou clara de ovo, ou ovo inteiro., cada um do seu jeito), geralmente na proporção de 2 colheres (de sopa) para cada ovo cozido peneirado ou misturados em processador, que é fornecida às aves, em pequenas quantidades, em potinhos ou recipientes de plástico. Cada criador tem a sua fórmula, com muitos "segredos". Algumas enriquecidas com vitaminas, sais minerais, proteínas, ração para cães, óleos, suco de laranja, etc... Há criadores antigos que usam a mesma farinhada, feita artesanalmente .

A farinhada é essencial para a criação de qualquer ave. Não é possível aos pais alimentarem os filhotes apenas com sementes. Além de trabalhoso, é insuficiente para alimentá-los constantemente.

Embora todo criador tenha a sua própria "farinhada", cada um com o seu "segredo", prepará-la diariamente é trabalhoso também para o criador.

Entretanto, já temos excelentes "farinhadas", chamadas de "papa de ovo"
prontas à venda no mercado"' Não
aquelas "vitaminas" oleosas, baratas, que
só servem para engordar a ave, comuns
em casa de aves.

A farinhada ou papa de ovo que me refiro são as de boa qualidade. Sem pretensão de divulgação de marcas, as papas para psitacídeos da "Cede", "Ravasi", "Alcon" , "Witte Molen" , "Bepller"-SC , "Suprema" da Amgercal-SP, dentre outras, dão excelentes resultados e já vêm prontas para uso e balanceadas, segundo padrões mundiais de qualidade. As primeiras são importadas e as últimas são Nacionais.

Algumas necessitam da adição de água ou equivalente (maçã ralada, cenoura ralada, suco, etc,)

A minha experiência pessoal com a MISTURA DAS FACADAS ("papa") da BEPPLER + "SUPREMA" da Amgercal, apresentou ótimo aproveitamento das Neophemas e sucesso na criação de filhotes. Apenas acrescente um pouco mais de niger. Se quiser, coloque um pouco de maçã picada ou ralada nessa mistura. Não reaproveite as sobras. Jogue fora. Mantenha limpos os potinhos.

A farinhada pode ser fornecida diariamente ou em dias alternados, na proporção de uma colher (de sopa) rasa por casal.

Com filhotes, mantenha o potinho cheio, sempre eliminando os restos à cada troca, para evitar fermentação, (aliás, nunca deixe restos de alimentos nas gaiolas).

Qualquer que seja a sua escolha, farinhada caseira ou as comercializadas, evite a troca brusca de farinhadas durante a criação. As aves se acostumam com aquela habitual. A mudança brusca pode provocar alteração no metabolismo das mesmas e provocar a "muda" de penas, com prejuízo na criação. Se mudar, faça-o gradativamente para proporcionar uma boa adaptação.

A alimentação acima, com poucas mudanças, pode ser usada para TODOS os psitacídeos e não apenas para Neophemas. Testada e aprovada para Katarmas, Roselas, Red rumped, etc. Com boa alimentação, você criará qualquer ave.


 

Ильин не чувствовал ни рук, "План ломоносова аккорды"ни ног, а может, и не "Симуляторы секса скачать"было их, может, он уже умер, и так "Альбом максим трудный возраст скачать"именно выглядит путешествие на небо, где у врат "Скачать аим для поинт бланка"рая в "Скачать графические программу"ожидании очередной партии неопокойников бродит хмурый Петр, побрякивая "Браво скачать альбом"сейфовыми ключами на стальном кольце.

На военной службе,-торжественно и гордо ответил Швейк.

Она "Фильмы царство небесное скачать"махнула рукой тем, кто "Учебники по административному праву скачать"стоял поближе.

Тревога распространилась по судну с быстротой "Скачать клип дай дай"лесного пожара.

Миссис Матучек исчезла и обнаружить ее не "Богиня в каждой женщине скачать"удалось.

Надо бы тут все хорошенько обследовать.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

2017© Amgercal Indústria e Comércio Ltda.
Fábrica e Escritório Central:
RUA PADRE FRANCISCO ABREU SAMPAIO, 33
Chácara Bela Vista - Sumaré - SP - cep: 13175-560
Tel: (19) 3873-4161 / (19) 3803-2065 / (11) 97110-0585 Whatsapp
E-mail: vendas@amgercal.com.br
Site e Publicidade: Artware