Informação, Tecnologia e Qualidade a Serviço do Criador.

O portal feito para você e seu pássaro!

(19) 3873-4161 / (19)3903-2065 / (11)97110-0585

vendas@amgercal.com.br

Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
  |    |   São Paulo - SP 

Preparando os Filhotes de Canto Clássico para Concurso

preparando_os_filhotes_de_cantoAmo Buchli Júnior, Juiz OBJO

Os canários de canto clássico provavelmente são os que mais trabalhos dão, aos criadores para na hora doA_Q_U_I___I_M_A_G_E_N_S concurso apresentarem-se impecáveis.
Nos últimos anos tenho criado canários de cor e porte, mas sem duvida a satisfação na criação de canários de canto clássico, superou em muito todas as minhas expectativas, são canários que durante a criação nos dão muito

pouco trabalho, pois são excelentes criadores, é normal na época de cria vermos ninhos com cinco ou seis filhotes, e as mães tratam deles com perfeição sem perder nenhum.

Assim como nos canários de corou de porte, podemos separar os filhotes, entre 28/30 dias. O ideal é nunca colocarmos os filhotes sozinhos nos primeiros dias, outra coisa importante é que o desenvolvimento inicial seja feito, em voadeiras grandes, pois como as aves de canto, serão confinadas em pequenas gaiolas individuais nos meados de Março, os filhotes precisam aproveitar o máximo os primeiros meses de vida para desenvolver toda a sua musculatura e os órgãos internos.
Com certeza isso vai possibilitar aves mais fortes, que suportarão o rigor do treinamento.

E muito importante à observação diária do criador no desenvolvimento dos filhotes, a partir dos 50 dias devemos observar aqueles que estão chirriando, esses devem ser separados, pois são os machos. As fêmeas que tem maior aptidão para o vôo e não conseguem imitar os machos, costumam impedir que os machos treinem. Essa medida é importante, pois vamos gradativamente separando os machos das fêmeas e quando chegar o momento de engaiolar os filhotes para treinamento, estes já estarão separados. Outro fator importante é possibilitar que os filhotes desenvolvam seu próprio canto, pois ai teremos a certeza, de que eles terão capacidade de transmitir geneticamente o seu canto na época de reprodução, pois quando colocamos um adulto como mestre ou fazemos do uso de fitas e CDs, corremos o risco de um pássaro sem bagagem genética para o canto, aprender a cantar, mas ele não será capas de transmitir essas qualidades aos seus filhotes. Voltando ao nosso tema principal, vamos ao momento da individualização dos filhotes, recomendo que a partir do meio do mês de Março os machos que já devem ter terminado a muda de penas, sejam individualizados nas gaiolas de treinamento, é importante que nos primeiros dias permaneçam uns vendo os outros e com a luz acesa, no momento de individualizar os canários e formar os conjuntos, devemos sempre procurar montar os conjuntos, entre os irmãos e primos, pois assim a chance deles terem a mesma voz e cantarem de forma semelhante, aumenta.
Após 10 a 15 dias, os filhotes já devem estar acostumados às gaiolas de treinamento, a partir daí vamos começar a colocar divisórias de "Eucatex ou outro material que não possibilite ver através dele" entre os quartetos, para que eles não possam mais ver quem está a seu lado, e assim nada possa interferir no seu aprendizado. Mais uns 15 dias, já podemos começar a escurecer a sala de treinamento, pois nossos cantores desenvolverão melhor o canto.

A partir deste momento, o criador deve retirar um conjunto por vez do quarto de treinamento, e colocá-lo no claro por 10 a 15 minutos, é importante que nesse momento, o criador preste muita atenção, no canto dos seus canários, pois a partir de agora, vamos conferir se os primos e irmãos têm a mesma voz, casão contrário vamos remanejá-los, para que os conjuntos fiquem harmônicos, Nesse momento, é interessante que um criador experiente lhe dê orientação, pois os detalhes são muitos, eu tive a felicidade de contar com a ajuda, do Sr. José Gonçalves e do seu filho Cláudio Gonçalves, que muito me ajudaram nessa fase. A partir daí, o treinamento deve ser feito de três a quatro vezes ao dia, sempre em horários alternados, e locais diferentes, assim os pássaros aprenderão que devem cantar, toda vez que forem expostos à luz, seja ela forte ou fraca. Com o passar dos dias, vamos escurecendo cada vez mais a sala de treinamento, no inicio de mês de Junho, já devem estar no escuro absoluto, isso com certeza vai ajudar na hora do concurso.
E muito importante, fazermos anotações referentes aos conjuntos, se estão cantando, se demoram em cantar, se apresentam sujeira no canto, é com estas informações que vamos definir os quartetos que irão concorrer, por exemplo, os canários mais preguiçosos, que demoram mais para iniciar o canto, devem ser substituídos por outros, assim evitando aborrecimentos na hora do julgamento. Durante todo o treinamento é recomendado que a mistura de sementes seja de 50% de alpiste e 50% de colza, pois essa amacia o canto dos canários.
Apesar de trabalhoso, a preparação dos conjuntos é muito prazerosa, pois podemos acompanhar de perto a evolução que nossos filhotes tem com o treinamento.



Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

2017© Amgercal Indústria e Comércio Ltda.
Fábrica e Escritório Central:
RUA PADRE FRANCISCO ABREU SAMPAIO, 33
Chácara Bela Vista - Sumaré - SP - cep: 13175-560
Tel: (19) 3873-4161 / (19) 3803-2065 / (11) 97110-0585 Whatsapp
E-mail: vendas@amgercal.com.br
Site e Publicidade: Artware